sexta-feira, 26 de outubro de 2012

The book is on the table

Orlando, 25 de Outubro de 2012.

Fechei o ultimo post p da vida! Afinal, aquela estória de perder a mala da Cavala andando por aí - na véspera da viagem, derrota qualquer um.

E pra você ver como povo gosta da desgraça alheia - recebi alguns comentários aqui no blog e alguns emails a respeito deste "causo". Todo mundo achou "engraçado". Tudo bem, faz parte. Afinal, blog é meio como uma novela q vc acompanha e comenta, blz... Manda bala aí que eu gosto desta interação.

 ... e como vc deve estar meio desanimado depois das 9 da noite dado que os chatos da Carminha e do Tufão já foram pro saco (graças a Deus!), vou te ajudar girando mais assunto.

Hoje o papo é diferente. Se você é menina, talvez vc se interesse. Pois fiz nesta semana o que você adora fazer...  afundei (explodi!) meu cartão de credito fazendo compras aqui em Orlando-FL. Isso mesmo. Orlando, a terra do Mickey.

Vim a trabalho, cheguei aqui sábado passado. Não fui a nenhum parque e não vi nenhum bicho - somente um esquilo correndo no estacionamento do hotel. Só trabalhei! Mas deu tempo de nos finais de dia arrumar brechas parar rodar pelos Outlets. E por falar neles, vou resumir em três palavras: coisa pra maluco!

É brasileiro pra tudo quanto é lado, comprando, gastando, puxando malas, sacolas, experimentando camisa no meio da loja.... Nervosos... Como se as lojas fossem fechar rápido e eles tivessem pouco tempo. Homem, mulher, criança, velhinhos... Tudo quanto é idade! Afinal, o motivo é simples.

Como aqui (Orlando/EUA)) não é a terra do Lula, as coisas funcionam e entre elas a relação custo x benefício de tudo dado impostos justos. E para nós brasileiros, mesmo com dólar a R$2 qualquer coisa que vc pense é pelo menos metade do preço.

Mas voltando a falar sobre nosso enredo central...  Orlando não é lugar pra moto e nem motociclista! Afinal, para passear não tem graça: ruas largas, relevo amplo, plano, poucas curvas, vegetação baixa, e mesmo com seu asfalto perfeito o visual é sem sal para se lançar mundo afora sob 2 rodas.

Não vi tb nenhum motoboy (óbvio!). Mas vi vez ou outra alguns (poucos) camaradas de HD e um ou dois de speedy.

Me chamou a atenção também que a maioria deles estava sem capacete. Acho que como aqui o governo não da saúde de graça (não tem INSS / SUS) ele também não te obriga a se proteger. Afinal, "se tu quiser correr o risco de se quebrar, sinta-se a vontade... Basta puxar o cartão de credito!" - prático como são - deve ser assim que os americanos pensam. Justo! Afinal, que cada um arque com a consequência dos seus atos, bem melhor do que o nosso governo que se apoia em leis paternalistas que ele mesmo nem consegue cumprir.

Já para comprar tralhas de moto, Orlando deixa a desejar. Exceção para quem curte Harley Davison.

Antes de vir eu imaginava uma "Leroy Merloy" ...ou uma "decatlhon"... ou uma "Etna" (pra agradar as meninas) só para motociclistas. Mas que nada! Somente achei 3 lojas: BMW, Harley (algumas) e uma loja "Genérica". Todas medianas. Pequenas... se comparadas com as que temos em SP, por exemplo. A ressalva eu faço para a loja da HD.. pois esta sim mantem o estilo teatral / grandioso de sempre. Vale a visita. Veja no rodapé deste post que eu anexei endereços e links.

Desembarquei aqui nos EUA com minha lista de compras pré-definida e focada: meu item número 1 era a desgraçada da mala voadora, mas me preocupei também com as peças que vou precisar trocar no retorno da viagem ao Atacama (revisão dos 40mil km) entre elas o filtro de ar, de óleo, velas, correia do alternador e pastilhas de freio. Comprei tudo! Metade do preço no Brasil...

Mas acabei me rendendo também - como todos - aos encantos dos Outlets. Parti pra briga comprando algumas tralhas fora do enredo central. Afinal, camisas, tênis, equipamentos, acessórios, brinquedos, eletrônicos, roupas de trabalho, ...tudo Imbatível! Com muito mais qualidade e na metade do preço.

Minha esposa também contribuiu para minha desgraça fazendo sua parte mesmo do Brasil, pela Amazon - via web. Fiquei até amigo do segurança do hotel dado que todo dia ele vinha me entregar alguma compra feita por ela. Esse mundo globalizado e conectado ainda vai nos levar a ruína!

Enfim, amanha pego vôo de volta na esperança dos caras da alfândega não me perturbarem por causa das muambas... muito me preocupa a própria mala da Cavala, pois ela sozinha estoura o limite de compras. Enfim... Aguardem os próximos capítulos.

É isso!

...e na ausência de muitas fotos, deixo vocês hoje com minha cara de tristeza.

Essa aqui foi agora, enquanto escrevia este post



Dentro da loja da Harley. Muito legal para os que gostam de Custom.

Show, não ?!
...mas me deu mesmo foi saudade da Cavala



Pátio da Harley com várias motocas para aluguel ou revenda.
E chore um pouco aí..
pois uma bichona semi-nova 1800cc você compra por U$10K (R$20mil)


A tal loja "genérica": http://www.cyclesportscenter.com/
Muita coisa de Cross e pouca coisa para Touring. 

Alguns bons acessórios da Dainese, Alpinestar e outras marcas que não conhecia.


Para bater no ponto dos preços.. repare no valores.
Por R$70 você compra um belo Nike. E na terra do Lula ?

Comprei este espetáculo de 5L com U$10 (R$20)
 Ele nos será muito útil no Atacama, principalmente na travessia do Norte Argentino e Cordilheira

E por fim, fecho este post com a foto da protagonista destes últimos 2 posts.


**************** ENDEREÇO DAS LOJAS **********

BMW Motorcycles of Orlando
8901 Futures Dr. Orlando, FL 32819
http://wpmotorcycles.com/
Store Hours: Monday – Saturday: 9:00 a.m. – 6:00 p.m. / Closed on Sunday


Cycle Gear Orlando
5032 E Colonial Drive
Orlando, FL 32803
Tel.: (321) 299-9903
Fax: (321) 299-9928
http://www.cyclesportscenter.com/

Harley Davison - Orlando
3770, 37th street
Orlando, FL 32805




8 comentários:

  1. Maravilha Rodrigo...terra do Tio Sam.... você sabe que me sinto bem a vontade em Orlando...mas realmente esse lugar quebra qualquer orçamento. É o paraíso da compras... não esquece da criptonita no free-shopping...um abraço,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Pedrao, mas quebrei! Quer q compre uma pra ? Gd abr,

      Excluir
  2. Traz a mala na mão (de preferência com cueca suja dentro). Quando voltei de NY no inicio do ano com a mala da moto antiga fui parado pela alfândega e não questionaram a mala...
    Também fiquei decepcionado com as lojas (quase nada para pronta entrega). Acho que o melhor a fazer nos EUA eh mesmo comprar pela internet...
    Bom retorno!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Empacotei tudo dentro de uma caixa.. Vamos ver... Abr,

      Excluir
  3. Dava tudo pra estar ai! Claro, que pela saudade que estou sentindo de vc. Nao pelas compras - obvio. Rsrssss. Saudades. Amamos vc!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudades tb. Calma q ja ja vc vai as forras. Bjs

      Excluir
  4. Olá !
    Venho acompanhando seu blog e tbm tenho planos de ir ao atacama de moto. Gostaria de lhe dar uma dica para vc pesquisar por ae ... com a velocidade o som produzido pela passagem de ar pelas frestas do capacete produzem um som de alta frequencia que são extremamente nocivos aos ouvidos.
    pra vc ter uma ideia a 80km/h o som produzido chega a aproximadamente 90db e após apenas 15 mins ouvindo isso já começa a causar danos irreversiveis aos ouvidos, a 110km/h esse tempo diminui para 3 mins e o nivel do ruido vai para 110db.
    Procure protetores auriculares para sua viagem se não quiser voltar surdo. existem alguma opções especificas para motociclistas que filtram apenas a parte nociva aos ouvidos. deixando vc ouvir sua moto e os outros carros normalmente. existem também versões que fazem isso e são fones de ouvido ao mesmo tempo. westone (www.westone.com )é uma das marcas mais recomendadas pra isso.
    Boa sorte com a viagem !! Poste fotos quando voltar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Thiago,
      ..é rapaz vc tem um ponto. Vou pesquisar a respeito.. Valeu pela dica!! gd abraço,

      Excluir